segunda-feira, 13 de maio de 2013

PAULO PORTAS O FALSO DEFENSOR DOS REFORMADOS


«O Governo comprometeu-se a procurar alternativas à "TSU dos pensionistas", garante Portas, defendendo que isso passa por reduzir a despesa corrente.
"É preciso ter cuidado com as medidas que possam ser inconstitucionais", alerta.
Portas diz que a "TSU dos pensionistas" é a fronteira que não pode deixar passar", sublinhando as dificuldades que muitos reformados já atravessam.
"Não queremos uma espécie de cisma grisalho"» (In «Expresso» net)

«Paulo Portas declarou, há poucos dias, envergando garbosamente a sua máscara de estadista, máscara com que esconde o mais abjecto oportunismo político... que, no que respeitava aos cortes nas pensões, havia uma «fronteira que ele não permitiria que fosse ultrapassada».
Foi ultrapassada! Portas, afinal, alinha nos cortes!» (In blog «Cantigueiro»)

Sem comentários:

Enviar um comentário