segunda-feira, 8 de abril de 2013

A COMUNICAÇÃO DO TRAIDOR PEDRO PASSOS COELHO, ONTEM, EM SÍNTESE


«Ele ralhou muito connosco.
Temo-nos portado mal.
Ele não queria tirar-nos os empregos, os salários, as reformas, as férias. Mas tinha de ser.
Nós não percebemos. Continuámos a querer demais.
Agora tem de nos tirar a saúde e a educação.
É bem feito. Para quem quer o luxo de uma Constituição.
A seguir tira-nos a Constituição (vejam a Hungria).
O amigo de Belém (o amigo do Dr. Dias Loureiro e do BPN, do Duarte Lima e do BIG) deixa.
E nós, deixamos? »

 (Luís Januário in «Facebook» citado no blog «Entre as brumas da memória»)

Sem comentários:

Enviar um comentário