domingo, 31 de março de 2013

EFEITOS COLATERAIS DO CASO DE CHIPRE


Segundo fontes dispersas, mas pelo menos algumas delas fiáveis, tem estado a ocorrer uma fuga de capitais, em larga escala, da Itália, da Espanha e da Grécia devido ao confisco de património em dinheiro depositado nos bancos de Chipre.

Sem comentários:

Enviar um comentário