terça-feira, 19 de março de 2013

A UNIÃO EUROPEIA QUER DESTRUIR A ILHA DE CHIPRE


A União Europeia quer destruir a Grécia, a Irlanda, Portugal, a Espanha e a Itália. E também quer destruir a ilha de Chipre.
Já sabíamos que a União Europeia se tem empenhado, com determinação, em destruir a Grécia, a Irlanda, Portugal, a Espanha e a Itália, com medidas altamente recessivas, que provocam falências de empresas em larga escala e desemprego em maior ainda. À ilha de Chipre a União Europeia quer aplicar medidas destrutivas ainda mais rápidas na destruição que as aplicadas aos países atrás referidos. A União Europeia quer confiscar parte dos depósitos bancários de Chipre.
A União Europeia é altamente criativa a surpreender-nos com novas medidas mais ou menos demenciais.
Estar na União Europeia começa a ser, cada vez mais, perigoso.

1 comentário:

  1. ---> Veja-se quem andou por aí a apregoar aos sete ventos... que o FEDERALISMO (nota: implosão de soberanias) era a solução necessária... para que a Europa não caia num caos económico: foi PRECISAMENTE o pessoal que, no passado, andou a apregoar «há mais vida para além do deficit»!
    Este pessoal [marionetas ao serviço da superclasse (alta finança - capital global)] sabia, muito bem, que contrair endividamento... esperando um crescimento económico perpétuo... era uma RATOEIRA!...
    .
    -> Anda por aí muito político cujo trabalhinho é 'cozinhar' as condições que são do interesse da superclasse (alta finança - capital global).
    - privatização de bens estratégicos: combustíveis... electricidade... água...
    - caos financeiro...
    - implosão de identidades autóctones...
    - forças militares e militarizadas mercenárias...
    resumindo: estão a ser criadas as condições para uma Nova Ordem a seguir ao caos (*) - uma Ordem Mercenária: um Neofeudalismo!

    ResponderEliminar