quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

VIGARISTAS DO PPE (PARTIDO POPULAR EUROPEU)



«A Universidade de Düsseldorf, na Alemanha, decidiu retirar o doutoramento da actual ministra da Educação, Annette Schavan, 57 anos, depois de confirmar que as suspeitas de plágio levantadas por um blogue anónimo, em 2012, tinham razão de ser. A ministra defende a legitimidade da sua tese, defendida em 1980, e promete recorrer. Porém, o seu lugar no governo alemão da conservadora Angela Merkel (CDU) passou a estar em perigo.

É o pior desfecho possível para a titular da pasta da formação e educação na Alemanha. Segundo a descrição da edição online da revista Spiegel, pouco passava das 20h15 de terça-feira quando Bruno Bleckmann, professor de história daquela universidade, anunciou aos jornalistas e ao país a decisão: segundo o conselho científico da faculdade de Filosofia, a tese foi considerada "inválida" e o "título de doutor foi revogado".

A medida foi aprovada por 12 votos a favor, dois contra e uma abstenção. A votação foi secreta e a reunião durou cerca de seis horas, relata a mesma fonte.» (in jornal «Público» on-line)

Sem comentários:

Enviar um comentário