sábado, 16 de fevereiro de 2013

O OPACO MUNDO DAS AGÊNCIAS DE «RATING»


As agências de «rating» não são de uma honestidade a toda a prova. A desonestidade também anda por lá. A agência de «rating» «Standard & Poor's» já foi demasiado longe nas suas golpadas e agora é acusada de fraude pelo Departamento de Estado dos Estados Unidos.
A agência de «rating» «Moody's», por sua vez, baixou o «rating» da «Standard & Poor's».

«A agência de notação Moody's baixou o 'rating' à Standard & Poor's. Em causa está o processo do Departamento de Estado americano à S&P por fraude civil na crise do 'subprime'.
A Standard & Poor's (S&P) provou do seu próprio veneno, depois de uma outra agência de notação, a Moody's, ter baixado o seu 'rating'. Em causa está o facto do Departamento de Estado americano ter processado a S&P por fraude civil na crise do 'subprime'.
Segundo as autoridades americanas, a agência de 'rating' ignorou então as fragilidades dos investimentos em produtos financeiros hipotecários durante o período que antecedeu a crise económica de 2008.
Agora, a agência Moody's veio anunciar um corte de 'rating' da notação da McGraw-Hill, a empresa que detém a S&P. Esta agência é uma divisão do grupo McGraw-Hill que publica análises e pesquisas sobre bolsas de valores e títulos.» (In «DN» net)

Sem comentários:

Enviar um comentário