domingo, 10 de fevereiro de 2013

CARNAVAL É ALEGRIA


Pão e circo, «Panem et circenses», é uma expressão com origem no Império Romano, admite-se que com as suas raízes no século I d.C. ou começos do século II d.C.
O início do uso deste conceito é atribuído ao intelectual romano Juvenal, em latim «Decimus Iunius Iuvenalis» (Aquino, entre 55 e 60 – Roma, depois de 127), que foi um poeta e retórico, autor das «Sátiras».
A melhor interpretação para este conceito é a de que o ser humano precisa de trabalho (com o qual ganha o pão) e de se divertir (eventualmente no circo).
Ora, no século XXI, o Carnaval é um divertimento, já tradicional, em muitas cidades, vilas e aldeias.
A origem do Carnaval tem origem na Civilização Europeia, mais concretamente na Grécia da Antiguidade no século VI a.C.. Os gregos antigos realizavam uma festa de agradecimento aos deuses pela fertilidade do solo e pela realização de boas colheitas.
Em 590 d.C. a Igreja Católica adoptou uma comemoração semelhante. Tornou-se uma época de festas associadas ao ano lunar no cristianismo da Idade Média (séc. V – XV). O fim do Carnaval simbolizava o «adeus à carne» em latim «carne vale», esta expressão latina deu origem à palavra Carnaval. Durante os dias do Carnaval havia grandes festejos populares.
O Carnaval contemporâneo associado a desfiles e fantasias tem origem na Inglaterra do século XIX. Na França o Carnaval ganhou grande importância em Paris. A organização do Carnaval parisiense serviu de modelo que foi exportado para fora da Europa. Há influência do Carnaval de Paris, nomeadamente no Carnaval de Nova Orleães (EUA), de Toronto (Canadá) e no mais marcante Carnaval do Brasil, que é o do Rio de Janeiro.
Por sua vez o Carnaval do Rio de Janeiro ganhou identidade própria e influenciou outras cidades do Brasil como São Paulo e outras fora do Brasil como Tóquio (Japão) e Helsínquia (Finlândia). A característica mais marcante do Carnaval do Rio de Janeiro é o desfile das escolas de samba. O «Guinness Book» apresentou o Carnaval do Rio de Janeiro como o maior Carnaval do mundo.
«O Carnaval é uma grande festa de 4 dias de duração, que ocorre 40 dias antes da Páscoa. Ela começa oficialmente no sábado e termina na terça-feira gorda com o início da Quaresma na quarta-feira de cinzas». (In «Rio Carnaval» net)
Para além do divertimento em si, o Carnaval do Rio de Janeiro tornou-se um grande centro de atracção de turistas estrangeiros, tornando-se assim importante no aspecto económico, dinamizando as várias actividades económicas ligadas ao turismo. A grande entrada de turistas estrangeiros é também uma significativa entrada de divisas.
Devido à Natureza do planeta Terra, o Carnaval no hemisfério Sul é no Verão, o que, em princípio, dá origem a boas condições climatéricas no Rio de Janeiro e nas outras cidades do Brasil.
Aqui, no hemisfério Norte estamos no Inverno, assim para além do facto de as temperaturas serem relativamente baixas, muitos desfiles de Carnaval são prejudicados pela chuva.

Sem comentários:

Enviar um comentário