quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

A RESIGNAÇÃO DO PAPA BENTO XVI


Um facto que tem ocupado os noticiários em todos os países predominantemente católicos, e não só, é a resignação do papa Bento XVI, que entrará em vigor a partir de 28 de Fevereiro de 2013. Nos países predominantemente cristãos protestantes também teve grande impacto e também fora do âmbito do cristianismo.
Apesar de muitas surpresas, parece-me uma atitude bastante lógica, considerando a idade bastante avançada do papa e os problemas de saúde associados a essa idade avançada (nasceu em 1927).
Este é um assunto interno da religião católica e assim deve ser visto.
É grande a importância que a religião católica tem no Mundo, em primeiro lugar na chamada América Latina que vai da Argentina ao México, passando pelo Brasil, depois na Europa e a seguir em África.
O pensamento de Bento XVI pareceu-me muito conservador. Considerando o cristianismo globalmente (nas suas diversas correntes) os protestantes, de um modo geral, são os que têm uma visão da vida menos conservadora, se exceptuarmos as correntes protestantes conservadora e neoconservadora.

Sem comentários:

Enviar um comentário