domingo, 3 de fevereiro de 2013

A ALTA BURGUESIA DIZ O QUE PENSA PELA VOZ DE FERNANDO ULRICH


As declarações provocatórias, pela segunda vez, do administrador do banco BPI Fernando Ulrich, correspondem ao que pensa a alta burguesia e ao que pensam os seus lacaios do governo PSD-CDS.
Fernando Ulrich diz o que pensa e o que pensam os outros elementos da alta burguesia que estão calados e também os seus lacaios do governo PSD-CDS.
São revoltantes, ultrajantes e repugnantes as declarações de Fernando Ulrich. Pelas mesmas razões as injustiças sociais cometidas pelo governo PSD-CDS são revoltantes, ultrajantes e repugnantes.
A alta burguesia em Portugal representa entre 2 e 5% da população. É uma pequena minoria. Em Democracia, as classes sociais oprimidas pela alta burguesia e pelos seus lacaios do governo PSD-CDS, podem através do voto mudar a situação. Nas próximas eleições autárquicas de 2013 os eleitores portugueses poderão mostrar um cartão vermelho ao PSD e ao CDS. Se tal não fizerem será trágico para Portugal.
E em Democracia os cidadãos podem participar em manifestações onde podem evidenciar a sua indignação contra todos aqueles que nos querem empobrecer sem limites, como Fernando Ulrich.

«Um tipo luzidio (parecendo ser português) chega-se à beira das câmaras da televisão e vomita frases sobre nós, sobre os gregos e os sem abrigo… (tudo «gentinha» que lhe infecta o ar que respira). «Ai aguentam, aguentam!» – diz o banqueiro, com os bolsos atafulhados de centenas de milhões de euros de lucros. Com um descaramento sem par. É a infâmia. Provocação? Apenas sobranceria? Parecerá estranho, mas ao ouvi-lo, qualquer coisa mudou em mim. Como se um nó se desfizesse no meu peito e, por perto, soasse um grito de guerra. Pois que seja este mais um empenhado combate! (e comecei a escrever estas linhas).» (Helena Pato, in blog «Entre as brumas da memória»)




Sem comentários:

Enviar um comentário