domingo, 27 de janeiro de 2013

BRASIL - GRAVE INCÊNDIO EM DISCOTECA NO RIO GRANDE DO SUL


«Tragédia ocorreu numa festa universitária na cidade de Santa Maria. Fogo teria começado no palco, onde acontecia o show de uma banda. Dilma Rousseff antecipa volta do Chile e vai à cidade gaúcha.
Ao menos 233 pessoas morreram durante a madrugada deste domingo (27/01) num incêndio numa boate em Santa Maria, localizada a cerca de 290 km de Porto Alegre no Rio Grande do Sul, segundo informações do Batalhão de Operações Especiais. Antes, a Polícia Militar gaúcha havia divulgado que pelo menos 245 pessoas teriam morrido no incidente, informação corrigida horas depois.
De acordo com o comandante do Batalhão de Operações Especiais (BOE), major Cleberson Bastianello, um incêndio dentro da boate Kiss causou a morte de ao menos 233 pessoas e há mais 115 feridos. "Todos os corpos que estavam na boate foram retirados", declarou Bastianello.
Segundo relatos, a boate tem capacidade de receber até 1.500 pessoas, mas dispõe de apenas uma saída de emergência. Não se sabe quantas pessoas estavam no local. Há relatos de testemunhas de que a porta de saída teria sido fechada pelos seguranças para impedir que pessoas deixassem o local sem pagar a conta. Um dos proprietários já teria se apresentado à polícia.
Informações preliminares dão conta de que o fogo teria começado por volta das 2h30, quando o vocalista da banda que se apresentava fez uma espécie de show pirotécnico, usando um sinalizador. As faíscas atingiram a espuma do isolamento acústico no teto do estabelecimento e as chamas se espalharam.» (In «DW» net)


Este trágico acontecimento no Brasil, no Rio Grande do Sul, coloca algumas interrogações.
Por quais razões a segunda porta da discoteca estava trancada?
Por que motivo um dos elementos da banda que estava a actuar utilizou material pirotécnico num ambiente tão facilmente inflamável?
Perderam-se muitas vidas devido a negligência humana – em primeiro lugar não devia ter sido utilizado material incandescente, porque podia provocar um incêndio e provocou mesmo.
Depois, uma discoteca não pode estar a funcionar, correctamente, sem ter, no mínimo duas portas de saída, a principal e a de emergência, prontas a ser imediatamente utilizadas, em caso de incêndio.



Para aumentar ou para ver mais nítida qualquer imagem deste blog (num «post») clicar 1 vez sobre a imagem com o lado esquerdo do rato.

Sem comentários:

Enviar um comentário