quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

ASSASSINAR OS SERES HUMANOS QUE VIVEM MAIS TEMPO PARA MORREREM MAIS CEDO – A ÉTICA NEOLIBERAL


O ministro das Finanças do Japão, Taro Aso, disse aquilo que Pedro Passos Coelho, Vítor Gaspar, Ângela Merkel, Durão Barroso, Mário Drahgi e Cristina Lagarde pensam – é preciso matar os reformados, porque dão prejuízo.
O neoliberalismo é uma ideologia internacional, o pensamento neoliberal europeu é o mesmo do japonês.

«Taro Aso é ministro das Finanças do Japão. Como ocupa o lugar há apenas um mês, ainda não aprendeu a não dizer tudo o que lhe vai na alma. E ao falar revelou o espírito do nosso tempo, sempre mais agressivo e frio na cultura nipónica. Numa reunião do conselho nacional que se dedica às reformas da segurança social e ao orçamento da saúde - como se vê, trata-se de um movimento internacional de "refundação do Estado" -, o ministro defendeu que a sustentabilidade do sistema só será possível se os idosos se deixarem "morrer depressa". "Que Deus não permita que sejam forçados a viver quando querem morrer. Eu iria acordar sentindo-me incrivelmente mal por saber que o tratamento era totalmente pago pelo Governo".» (In Blog «Arrastão»)

Sem comentários:

Enviar um comentário