quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

VERDADES INCONVENIENTES CONTRA A «INTERNACIONAL SOCIALISTA»


«“Provável sucessor de Monti diz que não mudará de rumo.” Já nada espanta no “centro-esquerda” que trocou Gramsci pelo Wall Street Journal. Continuem a política de Monti que vão longe. A sabedoria convencional adora elogiar a liderança austeritária de Monti, esquecendo-se que entretanto a taxa de desemprego subiu de 8,8% para 11,1%, que o PIB contrairá 2,3%, em 2012, e que a famosa descida das taxas de juro se deveu à acção do BCE, acompanhada de todas as chantagens, claro. Tudo isto no contexto do país que menos cresceu desde a adopção do euro. De resto, é por esta e por muitas outras antes desta que venho defendendo que a integração europeia realmente existente tem sido um dos principais factores de erosão ideológica e política dos socialismos democráticos no continente europeu. Enquanto esta questão continuar a ser ignorada, há uma coisa em que aposto: a derrota política certa, independentemente de vitórias eleitorais mais ou menos incertas.» (In blog «Ladrões de Bicicletas»)

Sem comentários:

Enviar um comentário