quinta-feira, 29 de novembro de 2012

PORTUGAL TEM UMA SOCIEDADE DIVIDIDA EM CLASSES SOCIAIS


É, quase totalmente proibido, nas televisões, aparecerem pessoas, que expliquem, claramente, que Portugal tem uma sociedade dividida em classes, e que os interesses da alta burguesia são opostos aos da maioria esmagadora da sociedade. A alta burguesia é constituída por 2 a 5% da população.
Na revista «Visão» desta semana Ricardo Araújo Pereira publicou um texto, onde mostra, claramente, quem constitui a alta burguesia – «os banqueiros, os accionistas das concessionárias das PPP, os grandes empresários». Os capatazes das altas burguesias, nas televisões, dizem que os privilegiados da sociedade portuguesa são os funcionários públicos, os reformados e os estivadores. Os banqueiros, os accionistas das concessionárias das Parcerias Público Privadas, os grandes empresários, esses ‘não são privilegiados’ para as televisões portuguesas.
Ora Passos Coelho, Vítor Gaspar, Paulo Portas e Cavaco Silva são capatazes da alta burguesia, cujos interesses defendem custe o que custar.

Sem comentários:

Enviar um comentário