domingo, 4 de novembro de 2012

AS DITADURAS TEMPORÁRIAS ENTRE DOIS ACTOS ELEITORAIS


Em 1762, o filósofo iluminista franco-suíço Jean-Jacques Rousseau já mostrava que entre dois actos eleitorais os eleitores poderiam viver em Ditadura, isto é, como escravos.
«O povo inglês pensa ser livre, mas está redondamente enganado, poi só o é durante a eleição dos membros do Parlamento, assim que estes são eleitos ele é escravo.» (Jean-Jacques Rousseau in «O Contrato Social», Ed. Martins Fontes, São Paulo, Brasil, 1999)
Ora, para solucionar este problema os partidários de Jean-Jacques Rousseau inventaram as Constituições.
Ora, em Portugal, o governo PSD-CDS, uma nave de loucos traidores, não respeita a Constituição, governando, na prática, em Ditadura. Os portugueses estão a ser escravizados pela Ditadura dos burros loucos Passos Coelho, Vítor Gaspar e Paulo Portas.

Sem comentários:

Enviar um comentário