sábado, 22 de setembro de 2012

PORTUGAL – UM CONSELHO DE ESTADO QUE EM SÍNTESE TIROU A PIOR CONCLUSÃO POSSÍVEL


A pior conclusão possível deste Conselho de Estado foi a de que este governo PSD-CDS se deve manter.
O facto de terem pressionado o governo para recuar na transferência directa de cerca de 2 300 euros dos trabalhadores para os capitalistas (através da chamada TSU ou Taxa Social Única), é apenas uma operação de cosmética, para que a devastação de Portugal continue por outros meios.


Estes conselheiros de Estado são co-responsáveis pela devastação total de Portugal que está a ser realizada por Passos Coelho e Paulo Portas. Quando Portugal já estiver pior que a Grécia que dirão estes conselheiros de Estado?

Até a imprensa que só existe para defender os interesses dos capitalistas vê certas coisas. «Quinze dias é muito tempo na crise do euro. Em duas curtas semanas Portugal deixou de ser um aluno modelo, elogiado em Bruxelas e Frankfurt para firmemente avançar com um programa de austeridade amarrado a um empréstimo de € 78 mil milhões (101 000 000 000 dólares) para um exemplo de advertência sobre os perigos enfrentados pelos governos que tentam empurrar a austeridade para além da tolerância do longo sofrimento dos eleitores.» (In «The Economist»)

Sem comentários:

Enviar um comentário