sexta-feira, 17 de agosto de 2012

JORNALISTAS RAPTADOS E A MAIOR PARTE DOS SEUS COLEGAS OCIDENTAIS APOIARAM ESSE RAPTO

Os terroristas do «E”L”S» raptaram jornalistas da TV da Síria. Estranho o silêncio, dos seus colegas jornalistas ocidentais. Nada de condenar os raptores. Há uma falsa ideia de honestidade no jornalismo ocidental. Há jornalistas honestos sim, mas são uma minoria. A maior parte são pagos para aldrabar os consumidores e são desonestos, como os da BBC, que divulgaram de má-fé uma fotografia dizendo que era de um massacre de Assad, mas foi tirada em 2003 no Iraque por Marco di Lauro.

«O Exército Nacional Sírio tomou de assalto Al-Tal. Tinha por objectivo libertar sãos e salvos os jornalistas raptados pelo «E”L”S».
O operador de câmara Hatem Abou-Yehya, antes disso, tinha sido assassinado.
Durante a operação, vários chefes dos Contras do «E”L”S» foram mortos, como Maher Ismaïl al-Tahhan, Yasser Charif al-Ahmar et Mouafaq Ismaïl al-Taleb.» (In «Red Voltaire»)

Sem comentários:

Enviar um comentário