quarta-feira, 4 de julho de 2012

RELVAS GATE II

Segundo fontes credíveis o ministro Miguel Relvas conseguiu tirar uma licenciatura em apenas 1 (um) ano (ou um bocadinho mais, mas em menos de dois anos, mas parece que foi, sensivelmente, em um ano e dois meses).
Conheço pessoas que nunca reprovaram e tiraram as respectivas licenciaturas em cinco anos. Conheço também pessoas que também nunca reprovaram e tiraram as respectivas licenciaturas em seis anos, em Portugal, em universidades do Estado.

Segundo o jornal "Público", o currículo profissional de Miguel Relvas no exercício de diversos cargos públicos permitiu-lhe concluir a sua licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais, na Universidade Lusófona, em pouco mais de um ano.
Imagino o que seria se todas estas pessoas que, sem nunca terem reprovado, tivessem tirado as suas licenciaturas de cinco anos e de seis anos de muito esforço e sacrifício, em apenas um ano.


«Uma licenciatura de três anos realizada em apenas um. O caso da licenciatura de Miguel Relvas em Ciência Política e Relações Internacionais na Universidade Lusófona é hoje notícia em vários jornais, entre os quais o "í" ao qual o ministro explicou que a conclusão foi "encurtada por equivalências reconhecidas e homologadas pelo Conselho Científico da referida universidade em virtude da análise curricular a que precedeu previamente".
Relvas entrou para o curso da Lusófona em Outubro de 2006, já depois de ter sido secretário de Estado da Administração Local no Governo de Durão Barroso, e obteve o diploma em Dezembro de 2007.» (In «Expresso» on-line)
Imaginem também.

Sem comentários:

Enviar um comentário