domingo, 29 de julho de 2012

NIETZSCHE E O MAL ABSOLUTO


O livro de Friedrich Nietzsche «Para Além de Bem e Mal» teoriza os conceitos de Bem e Mal, em síntese mostra que o homem é totalmente livre para praticar o Mal absoluto.
Também podemos encontrar o conceito de Mal absoluto no livro «Assim Falava Zaratustra».
Há textos de Friedrich Nietzsche em que este critica o anti-semitismo ou anti-judaísmo alemão.
Mas, em minha opinião, o fulcro da obra de Nietzsche é a ideia de que o homem tem liberdade total para praticar o Mal absoluto.
Nietzsche nasceu em 1844 e morreu em 1900. Considerando estas datas podemos constatar que Friedrich Nietzsche não foi um precursor teórico do nazismo.
Hitler ganhou as eleições livres na República Alemã de Weimar, com uma Constituição democrática, em 1932, e em Janeiro de 1933 foi nomeado Chanceler pelo Presidente da República.
Com a ascensão de Hitler ao poder, Nietzsche passou a ser muito estudado na Alemanha, não só nas Universidades, como também no ensino liceal ou secundário.
A «vontade de poder» foi a ideia de Nietzsche mais apreciada pela elite nacional-socialista.
Tenho lido muita coisa sobre a apropriação da obra de Nietzsche pelo nazismo. No entanto Nietzsche não sabia que um dia a sua obra filosófica serviria de suporte teórico ao III Reich.
67 anos depois da queda do III Reich a obra de Nietzsche sobrevive.
A ideia base de Nietzsche de que o homem é livre para praticar o Mal absoluto, na minha opinião, tanto serve para justificar a prática do Mal absoluto em nome da raça ariana, como também serve justificar a prática do Mal absoluto em nome da Democracia, ou de outro argumento qualquer.
Eu penso que a Rede de Tortura Guantánamo e Sucursais está ao mesmo nível ético e moral de Auschwitz, acho que esta Rede de Tortura Guantánamo e Sucursais pratica o Mal absoluto.
Também acho que os Contras que invadiram a Síria, com o quartel-general na Base Aérea da NATO de Incirlik na Turquia, às ordens de Obama, Hollande, Cameron, Ângela Merkel e das Ditaduras Medievais do Quatar, da Arábia Saudita e do Bahrein praticam o Mal absoluto. Os senhores da Guerra da NATO praticam o Mal absoluto em nome da Democracia, hipocrisia das hipocrisias!

1 comentário:

  1. Nietzshe, no AintiCristo, acusa os judeus de usarem a religiao criada em volta de Cristo como uma arma para dominar os não judeus. Tem palavras e frases totalmente anti-semitas (caso contrario, Hitler nunca permitiria o seu estudo nas universidades alemas).

    ResponderEliminar