terça-feira, 31 de julho de 2012

AS PALAVRAS DO COW-BOY PANETTA


Leon Panetta, de acordo com os critérios estabelecidos pelos Estados Unidos, no Tribunal de Nuremberga, após a II Guerra Mundial, é um Criminoso de Guerra, anda a fazer as suas ameaças imperiais-coloniais.
Panetta é apoiado pela CIA, por François Hollande o falso socialista comprado pelo dinheiro da Ditadura Medieval do Quatar, por David Cameron, por Ângela MerKel, pelo «Bloco de Esquerda» e pelas Ditaduras Medievais, além da do Quatar, da Arábia Saudita e do Bahrein.
O mais curioso é que os tais Crimes de Guerra, definidos pelos Estados Unidos nos «Julgamentos de Nuremberga», só são crimes quando cometidos pelos seus inimigos, como os alemães do III Reich, ou os actuais. Os genocídios de civis japoneses, com bombas atómicas, em Hiroxima e Nagasáki, em 1945, foram «bons genocídios».
Panetta tem a mentalidade do Far-West «Procura-se Vivo ou Morto». Praticou Crimes de Guerra Na Líbia e mandou torturar e assassinar Kaddafi, ao estilo do Far-West. E já mandou tropas especiais dos EUA fazer uma invasão do Irão 'de baixa intensidade', onde, juntamente com tropas similares de Iarael, se dedicam a fazer guerra cibernética, a assassinar cientistas do Irão à porta de casa, e a fazer ataques terroristas contra instituições do Estado do Irão, conforme noticiou «The Guardian». O cow-boy Panetta é mórbido gosta de funerais, e da Tortura na Rede Guantánamo e Sucursais, especialmente da Tortura atá à Morte ao estilo de Auschwitz.
Leon Panetta diz que «violência cega» do regime sírio só serve para este «cavar a sua sepultura»
Publicado a 29 JUL 12 às 22:48
O secretário da Defesa norte-americano defendeu hoje que a ofensiva das forças sírias contra Aleppo e a «violência cega» contra a população contribuem apenas para «cavar a sepultura» do regime de Bashar al-Assad.
«É bastante claro que Aleppo constitui um novo exemplo trágico da violência cega a que recorre o regime de Assad contra o próprio povo (...). Em última análise, ele cava a própria sepultura», afirmou Leon Panetta a bordo do avião militar que o levou à Tunísia, primeira etapa de uma viagem que irá levá-lo também ao Egito, a Israel e à Jordânia.
Os combates recomeçaram hoje de manhã em vários bairros da cidade de Aleppo, que foram alvo de uma ofensiva do exército fiel ao regime sírio.
De acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), pelo menos 94 civis, 33 rebeldes e 41 soldados morreram no sábado em Aleppo.» Este Observatório é uma delegação da CIA, é uma voz da própria CIA muito citada pelo «Bloco de Esquerda».

Sem comentários:

Enviar um comentário