quarta-feira, 18 de julho de 2012

A GUERRA COLONIAL NA SÍRIA

Para as televisões portuguesas, licenciadas como Miguel Relvas em aldrabice, (a RTP pertence ao governo, na prática, não ao Estado, a SIC pertence a um dos fundadores do PSD e a TVI também é dirigida por gente PSD-CDS) o exército colonial que invadiu a Síria não existia, mas agora já existe. Convém não esquecer que este exército é apoiado e organizado por Israel, pela filantrópica NATO com uma das suas sedes em Guantánamo, e pelas DITADURAS MEDIEVAIS do Quatar, da Arábia Saudita e do Bahrein. 
É treinado e armado no país da NATO Turquia sob supervisão da Administração G W Bush, enganei-me, quero dizer Administração Obama.
Passou a existir, para as televisões portuguesas, depois de um ataque suicida bem sucedido, hoje, contra o alto comando da Síria.
«Ataque mata ministro da Defesa e cunhado de Assad na Síria
Atentado também teria matado ex-ministro da Defesa e acontece no quarto dia consecutivo de confrontos em Damasco; comandante de rebeldes reivindica autoria de ação
No quarto dia consecutivo de ataques em Damasco, o ministro da Defesa da Síria, Dawoud Rajha, e seu vice, Assef Shawkat, morreram nesta quarta-feira em uma explosão no prédio que abriga a sede da Força de Segurança Nacional no centro da capital. De acordo com a TV estatal síria, que confirmou a morte dos dois, o ataque foi lançado por um homem-bomba. Segundo uma autoridade que pediu para não ser identificada, o atentado também matou o ex-ministro da Defesa Hassan Turkmani.»


«Exército sírio assegura que regime não se verga com ataques aos líderes
O exército sírio emitiu esta tarde um comunicado em que responde ao atentado suicida que matou o vice-ministro da Defesa e cunhado do presidente Bashar al-Assad, esta manhã, em pleno coração dos serviços e forças de segurança da Síria.
“Desiludam-se os que julgam que podem vergar a Síria com ataques aos líderes do país”. É com estas palavras que começa o comunicado emitido pelas forças armadas sírias.

“O povo e o exército sírio estão agora mais determinados em combater o terrorismo e em limpar a nação dos gangues armados”»

Sem comentários:

Enviar um comentário